OBRAS INDUSTRIAIS

– Edificações em geral e galpões de logística ( galpões, escritórios e edifícios de apoio para instalações);

– Fundações e estruturas especiais para máquinas e equipamentos, inclusive com análises dinâmicas;

– Pisos industriais para altas solicitações (em concreto armado e protendido);

– Tanques industriais e estações de tratamento de efluentes em concreto.

 

PISO INDUSTRIAL EM CONCRETO PROTENDIDO

Pisos industriais e de centros logísticos estão sujeitos a vários tipos de carregamentos estáticos (pontuais devido a estantes metálicas e porta-pallets, distribuídas, devido a equipamentos, etc) e dinâmicos devido ao uso intenso de empilhadeiras, muitas vezes com rodas rígidas. Os elementos do piso que mais sofrem desgaste causados pela passagem ininterrupta das empilhadeiras são as juntas, sendo necessárias a sua manutenção periódica e a consequente paralização das atividades do galpão.

Dessa forma, a utilização do concreto protendido com cordoalhas engraxadas para execução de pisos industriais é uma solução bastante adequada e economicamente competitiva, pois permite a execução de placas de grandes dimensões e poucas juntas de dilatação.

A execução do piso segue basicamente as mesmas etapas do piso de concreto armado, porém, após a concretagem, acabamento superficial e cura, é feita uma protensão parcial dos cabos, visando combater o aparecimento inicial de fissuras de retração. A protensão final é executada somente quando o concreto atingir a resistência mínima especificada em projeto.

 

PROJETOS DE BASES DE MÁQUINAS EM CONCRETO ARMADO SUJEITAS A ESFORÇOS DINÂMICOS

O projeto de uma fundação de máquina deve considerar os esforços estáticos e esforços dinâmicos gerados pela operação do equipamento e transmitidos às suas fundações, no sentido de gerar um mínimo de conforto para aos usuários e para as edificações vizinhas, além de manter a integridade da própria máquina e de sua estrutura de fundação e elementos adjacentes à mesma.

Muitas fundações de máquinas são projetadas com base em “regras empíricas” como por exemplo a relação entre a massa da fundação m vezes a massa das partes móveis ou n vezes a massa da própria máquina. Esses critérios na maioria das vezes não são bem fundamentados cientificamente nem levam em consideração características importantes do solo, mas são bastante úteis para pré-dimensionamentos. Diante dos recursos computacionais disponíveis atualmente, análises mais aprofundadas são importantes e necessárias no sentido de garantir o bom comportamento em serviço, a segurança das pessoas e vida útil do equipamentos, evitando patologias e manutenções excessivas.